quarta-feira, 30 de março de 2011

Teatro de Fantoche ( PÁSCOA )


A PÁSCOA – TEATRO DE FANTOCHE 



Thaís – Oi Paty, você sabe qual o verdadeiro sentido da Páscoa?

Paty – Ah tia, eu sei que tem a ver com Jesus. Os meus amiguinhos acham que é o dia de comer ovos de chocolate, que o coelho da páscoa traz. Mas eu sei que isso tudo é mentira.

Thaís – Isso mesmo, a páscoa não tem nada a ver com coelho e ovos de chocolate.

Kaká – Mas tia, eu aprendi uma vez que a páscoa tem a ver com as 10 pragas que Deus mandou para o Egito.

Ziléia – Sim, isso também é verdade. Antigamente, a páscoa era celebrada para comemorar a libertação do povo de Deus da terra do Egito. Faraó não deixava o povo de Deus ir embora, ele queria deixá-los lá como escravos. Então Deus teve que mandar 10 pragas sobre o Egito, e a pior delas foi a morte de todos os primogênitos.

Paty – Primo o quê?

– Primogênito Paty... é o nome que sedá aos filhos que nascem primeiro.

Kaká – Mas o povo de Deus estava ainda no Egito... os filhos deles também morreram?

– Não Kaká... Para que os filhos dos judeus não morressem, eles deveriam pintar as suas portas com sangue de um cordeiro sem defeitos, e o anjo da morte passaria direto pela casa. Depois disso os judeus ficaram livres do Egito, e todos os anos eles comemoravam esta libertação, e faziam uma grande festa, que era chamada de Páscoa.

Paty – Ah... que legal, mas onde é que Jesus entra nessa história?

Thaís – É porque Jesus deu um novo sentido para a páscoa.

Kaká – Então a páscoa não significa mais libertação?

Thaís – Significa sim... mas essa libertação não é mais apenas dos judeus, mas de todos nós, que fomos libertos da escravidão do pecado através de Jesus.

Paty – Puxa... que lindo! E como foi que isso aconteceu?

Ziléia – Prestem atenção que eu vou contar. Os judeus costumavam ir até Jerusalém na época da páscoa, e Jesus também foi. Ele entrou em Jerusalém montado em cima de um jumentinho. Uma grande multidão o recebeu com muita alegria, acenando com ramos de árvores. Nesta época Jesus já tinha 33 anos, e sua fama como Filho de Deus já havia se espalhado. Ele fez muitos milagres, mas algumas pessoas não acreditavam nele, e tinham inveja e raiva dele.

Kaká – Ui, sentir essas coisas é muito feio.

– É sim, muito feio. Depois disso, Jesus se reuniu com seus discípulos para ceiarem e comemorarem a páscoa. Ele abençoou o pão e o vinho, compartilhou com os discípulos e disse: Façam sempre assim para se lembrarem de mim quando eu não estiver mais aqui.

Thaís – Após a ceia, Jesus e os discípilos foram até o monte das Oliveiras orar. Seus discípulos logo pegaram no sono. Jesus sabia que estava chegando a hora de sua morte, mas orou e pediu que fosse feita a vontade de Deus.

Ziléia – Logo depois chegou Judas, um dos discípulos de Jesus. Com ele vieram alguns soldados romanos. Estes soldados queriam prender Jesus, mas não sabiam quem ele era. Então Judas combinou com os soldados que mostraria quem era Jesus, dando um beijo no rosto dele. Em troca, Judas ganhou de 30 moedas de prata.

– Jesus foi levado pelos soldados para ser julgado pelos líderes judeus, que o condenaram e o levaram até a presença de Pilatos, para receber sua sentença.Pilatos perguntou ao povo se eles queriam que Jesus fosse solto, mas o povo preferiu soltar um ladrão e crucificar Jesus.

Thaís – Os soldados colocaram uma coroa de espinhos na cabeça de Jesus, depois bateram e cuspiram Nele. Jessus carregou a cruz grande e pesada pelas ruas de Jerusalém, e depois foi crucificado.

Paty – Ai tia, eu fico muito triste quando falam de todo esse sofrimento que Jesus passou.

Kaká – E eu também.

Ziléia – Não precisam ficar tristes, pois o final dessa história é muito feliz. Antes de morrer, Jesus orou, e pediu que Deus perdoasse as pessoas que se colocaram contra Ele. No momento em que Jesus morreu, o dia ficou como a noite, todo escuro, e caiu umma grande tempestade.

– Jesus foi colocado em um sepulcro, com uma grande pedra fechando a entrada. Alguns guardas vigiavam o supulcro, pois temiam que os amigos de Jesus viessem pegar o seu corpo. Porém, na manhã do terceiro dia, um anjo do Senhor desceu do céu e tirou a pedra da entrada. Jesus ressuscitou e saiu andando de dentro do sepulcro. Os guardas que vigiavam saíram correndo de tanto pavor.

Thaís – Maria Madalena e outra Maria foram ver o sepulcro, e o anjo que estava lá disse que Jesus não estava mais ali, que Ele havia ressuscitado. Elas ficaram muito felizes, e correram para contar para os discípulos que Jesus estava vivo novamente.

Ziléia – Alguns dias depois, Jesus apareceu aos seus discípulos e os abençoou. Pediu para eles contarem do amor de Deus em todos os cantos do mundo, e prometeu que estaria com eles todos os dias, até o fim. Depois disso, Jesus subiu aos céus.

Kaká – Viva!!! Jesus não ficou morto, ele ressuscitou, e foi vivinho lá para o céu.

Paty – Esse final é feliz mesmo.
Fê – É, mas ainda não chegou no final, faltou contar a parte mais feliz dessa história.
Kaká – Ah, então conta tia, estou curiosa para saber.

Paty – Tem a ver com a nova libertação que a tia falou lá no começo?

– Sim, é isso mesmo. Quando Jesus morreu na cruz, Ele levou sobre si todos os nossos pecados, todas as nossas feridas, todas as nossas dores. Antes de Jesus morrer, nós éramos escravos do pecado, e a nossa vida estava nas mãos de Satanás. O sangue de Jesus derramado naquela cruz nos deu vida e liberdade, assim como o sangue do cordeiro que foi colocado nas portas das casas dos judeus salvou a vida deles e os libertou.

Kaká – Ah, por isso que Jesus também é chamado de Cordeiro de Deus
Thaís – Isso mesmo Kaká. E a única coisa que precisamos fazer é crer que Ele é o filho de Deus, que veio ao mundo para nos salvar. Fazendo isso, nos tornamos também filhos de Deus, e irmãos de Jesus. E esta é a nossa páscoa, a comemoração da nossa libertação, pela morte e ressureição de Cristo.

Paty – Ai ai, essa é a coisa mais linda que alguém já fez por mim. Mas por que Deus fez isso?

Ziléia – Poque Ele nos ama muito. O amor de Deus por nós não tem tamanho, de tão grande.


"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna."
Jo 3:16



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário